SOS inaugura viveiro de mudas na Bahia

Objetivo da organização é produzir 100 mil mudas por safra de espécies da Mata Atlântica.

A Fundação SOS Mata Atlântica em parceria com o Instituto Floresta Viva inaugura hoje, na Vila de Serra Grande, na Bahia, um viveiro comunitário para a produção de 100 mil mudas por safra de espécies nativas da Mata Atlântica.

Localizado em Área de Proteção Ambiental (APP), o viveiro vai funcionar também como uma escola ambiental, um espaço para aprendizagem destinado àqueles que queiram aprender um pouco mais sobre o bioma mais ameaçado do País. “A flora da região é muito rica e a gente conhece pouco. Com o viveiro, poderemos não só ensinar, mas também aprender mais sobre ela. Por isso, será chamado de Espaço Aprendiz Floresta Viva”, explica o diretor do Instituto Floresta Viva, Rui Rocha.

No local serão produzidas mudas e também o plantio de espécies nativas diferentes como biriba, pati, conduru, guanandis. Uma das áreas que deverá ser recuperada é o Parque Estadual da Serra do Conduru, que tem altíssima biodiversidade mas foi muito degradado nos últimos 20 anos.

A produção e o plantio de mudas deverá gerar emprego para 50 trabalhadores da região. “Além de aliar conservação ambiental e desenvolvimento regional, por meio da geração de trabalho e renda, este projeto consolida a iniciativa da SOS Mata Atlântica de expandir suas atividades para além dos limites de São Paulo com foco em parcerias e áreas estratégicas para a conservação da biodiversidade e recursos naturais”, explica a gerente de Restauração Florestal da organização ambientalista, Ludmila Pugliese.

Últimas Notícias

Convênio vai reflorestar áreas degradadas do Parque do Conduru

Reflorestar 30 hectares de áreas degradadas do Parque Estadual Serra do Conduru até o final de 2008, é o principal objetivo do convênio assinado,

Estudo traça panorama da Cacauicultura no litoral do Sul da Bahia

A região sul da Bahia é conhecida por sua beleza natural, riqueza litorânea e também pela atividade cacaueira que, por mais de 200 anos

Produção de mudas do Viveiro no primeiro trimestre de 2024

Seguindo o calendário fenológico das mudas produzidas pelo IFV, no primeiro trimestre do ano realizamos coletas e beneficiamento de sementes de ingá-periquito, massaranduba, bacupari,

Colabore com o Floresta Viva

Contribua para a preservação e desenvolvimento de um dos biomas mais importantes
e necessário para o Brasil e para o mundo.

Doe Sementes,
materiais e equipamentos
para nossas atividades.

Doe seu tempo.
Saiba com ser um voluntário
no Floresta Viva.

Doe Recursos.
Sua ajuda será direcionada
às necessidades prioritárias.